Especialistas em análise de processos

Industrias e Serviços 

METODOLOGIA 

a)  Entender e mapear o processo;

b)  Medir a sua variabilidade na linha de produção;

c)  Identificar o gargalo e verificar as suas causas;

d)  Apresentar proposta de melhorias.

Projetos para o desenvolvimento e crescimento empresarial.

Prioridade Máxima: Identificar o gargalo, sua variabilidade

e propor melhorias.

Temos por finalidade proporcionar um alto nível de serviço ao cliente, para isso, pedimos gentilmente a sua colaboração preenchendo um formulário . 

Identificação e eliminação do gargalo integrando ferramentas estatísticas voltadas para diminuição da variabilidade do sistema

1ª FASE

Definição do problema.

- Diagnosticar e priorizar as necessidades e exigências dos clientes.

IDENTIFICAR:

-Quais são as características principais para a qualidade do produto/serviço.

-Conhecer e mapear o fluxo do processo (fluxograma).

-A restrição visualmente (acúmulo de mercadorias, tempos ociosos etc).

-O(s) problema(s); Fazer visitas in locu, entrevistar funcionários (começar a investigação).

- Observar o comportamento, meios e métodos de produção que afetam o cliente.

- Verificar quais as causa/raiz do problema (restrição); (entender o problema).

 Fazer um trabalho de conscientização de todos os colaboradores da empresa. 

2ª FASE

 Explorar a variabilidade e a restrição do problema.

 

- Medir o tempo de cada processo.

- Conhecer o comportamento das variabilidades das operações.

- Identificar a variabilidade e o gargal do processo estatisticamente.

- Analisar as causas das variabilidades e do gargalo encontrado.

- Verificar as atividades que agregam e valor das que não agregam e até aquelas que tenham diretamente alguma relação com o problema em estudo.

- Usar ferramentas estatísticas para análises (gráficos e tabelas como indicadores de desempenho).

- Integrar instrumentos de gestão (melhorias para eliminação do gargalo).

- Apresentar o projeto de melhoria.

 

3ª FASE

 Implantar o projeto de melhoria

 

- Fazer ajustes ou até mudanças que atuem diretamente no cliente

(eliminar desperdícios, erradicar defeitos, reduzir custos etc).

- Melhorar a variabilidade do sistema e eliminar o gargalo na operação.

Subordinar as restrições

- Controlar os resultados e mudanças dos processos realizados.

- Fazer com que todos os demais processos estejam no mesmo ritmo da restrição.

- Obter um feedback sobre o que foi obtido.